A Rádio Que Orgulha o Chão Farrapo!!!
Home » » Sepé Tiaraju - Herói Nacional

Sepé Tiaraju - Herói Nacional

{[['']]}
Uma parte da história do povo missioneiro foi reconhecida pelos deputados. O projeto de lei (5516/05), de autoria do deputado MARCO MAIA (PT/RS), hoje 1º Vice-Presidente da Câmara, foi aprovado nesta quinta-feira, 26, por unanimidade, na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC).
O Projeto prevê a inscrição do nome de Sepé Tiaraju no Livro dos Heróis da Pátria.
O projeto, se não tiver nenhuma emenda de outro parlamentar, não precisa ir ao plenário da Câmara para votação, seguindo direto para o Senado. Caso o Senado não altere o projeto, o mesmo deve seguir para sanção presidencial, virando lei.
"Fico muito feliz em saber que a luta do povo guarani e do nosso herói Sepé Tiaraju agora constará no Livro dos Heróis da Pátria", comemora MARCO MAIA.

Sepé Tiaraju

Nos últimos anos das Missões Guaranis, entre a morte de Sepé Tiaraju, em 1756 e a expulsão de todos os jesuítas da América do Sul, no ano de 1768, Voltaire pronunciou sua famosa frase: "A experiência cristã das Missões Guaranis representa um verdadeiro triunfo da humanidade." No ano de 1979, mais de dois séculos depois, a UNESCO, organismo das Nações Unidas para Educação e Cultura, tombou as Ruínas de São Miguel Arcanjo como Patrimônio da Humanidade.
José Tiaraju, mais conhecido como Sepé, o "Facho de Luz", era Corregedor da Redução de São Miguel, ou seja, prefeito da cidade, eleito pelos concidadãos índios guaranis, quando da assinatura do Tratado de Madri, em 1750. Por esse tratado, os reis de Portugal e Espanha trocavam os Sete Povos das Missões pela Colônia do Sacramento, obrigando cerca de 50 mil índios cristãos a abandonarem suas cidades, igrejas, lavouras, fazendas, onde criavam dois milhões de cabeças de gado e, principalmente, a abandonarem a terra de seus ancestrais. Insurgindo-se contra esse tratado espúrio, Sepé Tiaraju liderou a resistência dos índios guaranis, pronunciando a famosa frase, decantada no Rio Grande do Sul, em prosa e verso: "Esta terra tem dono!"
Ao final da luta, Sepé Tiaraju tombou em combate no dia 7 de fevereiro de 1756, enfrentando tropas portuguesas e espanholas no local chamado Batovi, hoje cidade de São Gabriel. Três dias depois, no dia 10 de fevereiro, mil e quinhentos índios foram trucidados na batalha do Caiboaté, não havendo oficialmente nenhuma baixa nos exércitos invasores. Poucos meses depois, nada mais existia do sonho missioneiro de uma sociedade cristã, mas o povo do Rio Grande do Sul, por sua própria conta, canonizou o herói guarani missioneiro como São Sepé, nome dado ao arroio, à margem do qual passou sua última noite e à atual cidade de São Sepé, que tanto se orgulha de seu nome.
Ao homenagear oficialmente Sepé Tiaraju como "Herói Guarani Missioneiro Rio-Grandense", o Congresso Nacional, além de reconhecer a importância de sua etnia em nossa formação antropológica e cultural, antecipa-se às grandes comemorações que serão realizadas, particularmente no Rio Grande do Sul, para lembrar os 250 anos de sua morte.
Abaixo o projeto PL 5516/05- Inscreve o nome de Sepé Tiaraju no Livro Heróis da Pátria
5/7/2005

PROJETO DE LEI N.º 5516 , DE 2005
(Do Sr. Marco Maia)

Inscreve o nome de Sepé Tiaraju no Livro dos Heróis da Pátria.

O congresso Nacional Decreta:
Art. 1º Em comemoração aos duzentos e cinqüenta anos da morte de Sepé Tiarajú, será inscrito no Livro dos Heróis da Pátria, que se encontra no Panteão da Liberdade e da Democracia, o nome de José Tiaraju, o Sepé Tiaraju, herói guarani missioneiro rio-grandense.
Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Por: Adriana Rodrigues
Share this article :

+ comentários + 2 comentários

orli
25 de abril de 2009 15:48

Mais que justa a homenagem! Prova de que não seremos lembrados apenas pelo que temos, mas principalmente pelo que fazemos em nossa passagem por aqui.
Que belo exemplo do Deputado Gaúcho. Que saiba, além de reverenciar seus ancestrais, valorizar os seus contemporâneos em suas lutas socias.
Sebastião Orli Schemes - Lages - Santa (E bela) Catarina.
orlischemes@yahoo.com.be

22 de setembro de 2009 10:04

No dia 21 de setembro de 2009, foi sancionada a lei pela Presidência da República. Parabéns a todos os lutadores sociais deste País. Sepé é o primeiro herói brasileiro efetivamente nativo, índio e que tem o sangue puro da raça dona da terra.

Leiam o livro "Pedido de Perdão ao Triunfo da Humanidade" e compreenderão a nossa história. José Roberto de Oliveira.

Postar um comentário

Ouça ao vivo

Curta no Facebook

 
Registrado © 2013. RádioTertúlia.com - Piratini/RS - Todos os direitos reservados